• Põe no Rótulo

RISCO NO USO DO DIÓXIDO DE TITÂNIO EM ALIMENTOS



Em 6 de maio de 2021, a Autoridade Europeia para a Segurança Alimentar (EFSA) publicou parecer no qual constatou que o dióxido de titânio (E 171) não pode mais ser considerado seguro quando utilizado como aditivo em alimentos.


A íntegra do parecer da EFSA está disponível para consulta.


Até então, o uso deste aditivo era visto como seguro, mas que, em razão de novos dados avaliados, a EFSA entendeu não ser mais uma opção segura porque suas partículas podem se acumular no corpo humano, com potencial de provocar danos à saúde humana.

Trata-se de importante posicionamento e que tende a resultar em futuro banimento do uso deste aditivo na Europa.

Diante da impossibilidade de se atestar a segurança, entendemos que deve haver, em nome do princípio da precaução, o banimento do uso deste aditivo em alimentos não apenas Europa, mas em todos os demais países, incluindo o Brasil.



447 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo